Design de Interiores e Equipamento

Entendimento e manipulação espacial sob o ponto de vista do Designer de Interiores, entendendo-se que o projeto é resultante da interação entre metodologia, criatividade e função social, sendo sempre resultante da multidisciplinaridade e da inovação. Entendimento que “(..) não é à elite que o designer se dirige mas a todo o público de consumidores” e que a estética resultante é, não uma estética de autor, mas uma estética da lógica, própria dos objetos que, ao corresponderem às suas funções, possuem um nível de coerência baseado na escolha. Desenvolvimento de projetos de imagem corporativa, temática, e sustentável baseados no Processo, metodologicamente aferido pela Criatividade, e do qual resulta sempre algo efetivamente realizável, compreendido por todos, e com a marca do seu tempo por resultar da operação de pesquisa dos meios e necessidades da atualidade.